quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Registro 200: Sob o Signo das Luzes


O lançamento aconteceu na Bienal do Livro - São Paulo. Embora eu não estivesse presente, o livro está na praça. Em Sob o Signo das Luzes, décimo trabalho publicado, entre prosa e dramaturgia, conto a história de Eleutério um garoto que vive em Salvador quando da Conjuração de 1798.
Em Salvador, final do século XVIII, o adolescente Eleutério trabalha como como aprendiz de alfaiate. Inquieto, esperto, ouve com atenção as conversas, embora não entenda direito o que dizem aqueles homens que falam palavras em francês. Logo ele vai descobrir que toda aquela agitação na cidade são os lances finais de um movimento revolucionário. Liderados por alfaiates, os rebeldes lutam por liberdade, inspirados nos princípios da Revolução Francesa. Eleutério é testemunha de uma momento histórico, a chamada "Revolta dos Alfaiates. Enquanto isso, precisa decidir seu futuro. Essa é a sinopse do livro, meu primeiro trabalho para a FTD.
Para escrever o livro, pesquisei e inventei. Ele é fruto do cruzamento da História com a Literatura, um procedimento que adotei em Da Costa do Ouro (Saraiva, 2004), livro que fala da Revolta dos Malês. Tanto em um como no outro procurei ver o passado à luz do presente. Sem falsear os acontecimentos, dei largo curso a imaginação ao criar os personagens fictícios.
O livro é destinado ao leitor jovem, mas isso não impede que outros leitores se interessem pela trama, cujo fato histórico desenrola-se envolvendo Eleutério que em seu processo de descoberta do mundo e do Outro vai em busca de sua autonomia.

2 comentários:

Mafalda disse...

Olá, boa tarde! Gostaria de saber mais a respeito do livro, parece uma interessante história. Parabéns!

Anônimo disse...

Olá,li o livro e recomendo a todos de todas as faixas etarias.uma boa estoria sobre a historia da bahia e a revolta dos alfaiates.