domingo, 1 de abril de 2007

Registro 27: Para não esquecer



(...)

quem me pariu foi o ventre de uma navio
quem me ouviu foi o vento no vazio
do ventre de um porão

vou baixar no seu terreiro
epa raio machado trovão
epa justiça de guerreiro

ê samba ê ê samba á
o batuque das ondas na noites mais longas
me ensinou a cantar
Ê samba ê ê samba á
dor é o lugar mais fundo
é o umbigo do mundo
é o fundo do mar

(...)

ê samba ê ê samba á
eu faço a lua brilhar
o esplendor e clarão
luar de luanda em meu coração

Vou aprender a ler
pra ensinar meu camarada

Capinam
_______________________________________________________________
CAPINAM, José Carlos. Yáyá Massemba. Intérprete: Maria Bethânia. In: Maria Bethânia, Brasileirinho. Biscoito Fino, 2003. 1 CD. Faixa 2.
_______________________________________________________________
Foto 1, Lindemann, ed. Creoula, c. 1900.
Foto 2, José Christiano de Freitas Henriques Jr. Retrado de escravo (?) não identificado, c. 1865.
Foto 3, João Ferreira Villela. Ama escrava e menino Augusto Gomes Leal (segundo identificação da Fundaj), c. 1860.
KOSSOY, Boris e CARNEIRO, Maria Luiza Tucci. O olhar europeu: O negro na iconografia brasileira do século XIX. São Paulo: Edusp, 1994

2 comentários:

Gaspari disse...

Bela, emocionante e justa homenagem. De quebra, saudade do nosso Antonio Marcelino.

Raimundo Matos de Leão disse...

É verdade, o Marcelino e sua obsseiva mania de colecionador, juntou coisa belas. Espero que elas não desapareçam pelo ralo da cobiça e do descuido, do menosprezo.
Você é um visitante fiel. isso me agrada. Vejo que as coisas de que gosto encontram eco em você.